Atualizado em setembro de 2016.

OBJETIVOS

EURODRAM é uma rede europeia de tradução teatral que trabalha com línguas da Europa, do Mediterrâneo e da Ásia Central. O seu principal objetivo é o de dar a conhecer aos profissionais e públicos de teatro obras que continuam maioritariamente inéditas, focando-se particularmente na promoção da diversidade linguística.

Durante o ano de 2015/2016, os comités estão encarregues de selecionar textos dramáticos escritos na sua própria língua que recomendariam para serem traduzidos para uma língua estrangeira.

OS COMITÉS

A rede está organizada numa trintena comités de leitura repartidos por línguas, envolvendo cerca de 300 membros.

Qualquer pessoa com competências em teatro e tradução que esteja desejosa de partilhar os seus recursos pode candidatar-se para se juntar a um comité. A adesão será validada segundo os princípios de cada comité (em regra muito simples). Qualquer sugestão de adesão de novos membros é bem-vinda.

A rede tenta promover e facilitar o equilíbrio e a representatividade dos comités no que diz respeito às dicotomias homens/mulheres, profissionais emergentes/experientes, teóricos/práticos, independentes /institucionais, residentes locais/membros da diáspora, entre outros. É desejável que os principais editores do teatro local, os membros de concursos nacionais de dramaturgia ou de festivais relacionados com a dramaturgia nacional, bem como os representantes dos sindicatos dos dramaturgos, participem em cada um dos comités.

Cada membro tem a missão de facilitar a recolha e circulação de textos no seio do seu comité, promovendo-os junto dos autores, tradutores, editores, agentes e organizações de autores. Assim, os membros comprometem-se a recolher, a divulgar e a ler tantos textos quanto seja possível. Os mais disponíveis e apaixonados poderão escrever considerações sobre as leituras (anónimos, através das coordenações), quando solicitados pelos autores.

GRUPOS DE DISCUSSÃO

Cada membro está inscrito numa lista de difusão por correio eletrónico. Estas listas são parcialmente moderadas, ou seja: somente os membros podem escrever e as mensagens enviadas à lista são transmitidas ao conjunto dos membros de cada comité.

A Maison d’Europe et d’Orient é responsável pela inscrição técnica na lista, bem como pelo anúncio da chegada de um novo membro. Cada novo membro deve apresentar-se aos restantes, através da lista de difusão.

A língua utilizada nos grupos de discussão deve ser naturalmente a do comité correspondente, e não o francês, o inglês ou o russo, excetuando as mensagens coletivas da coordenação geral.

A COORDENAÇÃO

Cada comité é coordenado por um dos seus membros, segundo as modalidades próprias de cada um dos comités.

O coordenador deve assegurar-se de que os objetivos da rede são cumpridos pelos membros do seu comité. As funções do coordenador passam por: recolher e fazer circular o maior número de textos possíveis; recrutar novos membros, nomeadamente tradutores, e garantir uma certa renovação do comité; organizar sessões de partilha, reuniões de preparação e votos relativos às seleções. O coordenador deve também transmitir os resultados atempadamente à coordenação geral, os quais devem ser acompanhados pelos seguintes elementos - biografia, resumo, excerto. O coordenador é responsável por divulgar a seleção do seu comité, através da escrita e promoção de um comunicado de imprensa (pelo menos), podendo também divulgar as seleções dos outros comités.

Os coordenadores são convidados a participar no festival « L’Europe des théâtres » organizando um evento e a marcar presença na assembleia geral anual. Se necessário, a Maison d’Europe et d’Orient pode auxiliar o coordenador na procura de financiamento para cobrir as suas despesas de deslocação e transporte.

A coordenação geral é assegurada pela Maison d’Europe et d’Orient, sem carácter definitivo.

OS TEXTOS

Os textos podem ser propostos por todos (autores, tradutores, editores, agentes, etc).

No que diz respeito a sugestões de textos originais, as propostas devem incluir o texto original completo, uma breve biografia do autor, uma ficha técnica (data e lugar de escrita, número de personagens, referência a prémios e dissertações anteriores), bem como qualquer elemento de informação complementar considerado relevante.

Quanto às traduções, as propostas devem conter a tradução integral ou de um excerto (normalmente um quinto da obra), um resumo analítico da obra, uma breve biografia do autor, uma ficha técnica (data e lugar de escrita, número de personagens, referência a prémios e dissertações anteriores), bem como qualquer elemento de informação complementar considerado relevante. É também fundamental indicar a língua original e o nome do tradutor.

As propostas devem ser feitas exclusivamente por correio eletrónico em formato PDF para o endereço da coordenação do comité respetivo (Comité Português: Cette adresse e-mail est protégée contre les robots spammeurs. Vous devez activer le JavaScript pour la visualiser.; para os outros comités ver a secção “comités linguísticos”), em caso de inexistência, dirigir a proposta à coordenação geral: Cette adresse e-mail est protégée contre les robots spammeurs. Vous devez activer le JavaScript pour la visualiser.. Os membros dos comités devem enviar os textos diretamente na lista de difusão do comité respetivo.

Os prazos para o envio de propostas estão indicados mais abaixo. Quanto mais cedo as propostas forem feitas, maior será a circulação e o número de leitores dos textos.

Os textos são transmitidos aos comités da língua em que é feita a proposta. Por exemplo, a proposta de um texto escrito em macedónio será dirigido ao comité macedónio. A proposta de tradução do mesmo texto em lituano deverá ser endereçada ao comité lituano. Assim, a língua do texto é a principal referência, preferivelmente sem ter em conta nem a nacionalidade, nem o lugar de residência do autor. A rede do Eurodram não se destina à promoção e circulação de textos de regiões externas à zona da Europa / Mediterrâneo / Ásia Central, ainda que cada caso particular possa vir a ser analisado pelo comité respetivo.

Um autor pode propor tantos textos quantos desejar, quantas vezes o desejar, sendo no entanto aconselhável limitar-se a um texto por sessão. Salvo exceções justificadas, apenas serão aceites obras recentes.

AS SELEÇÕES

Cada comité do Eurodram organiza duas seleções a cada dois anos (bienal), constituída por um máximo de três seleções cada uma. Não pode haver mais do que um texto por autor em cada seleção. O processo decorre da seguinte forma:

- anos pares: seleção de obras dramáticas na língua respetiva (neste caso português) para tradução numa outra língua europeia (ex-tradução);

- anos ímpares: seleção de obras dramáticas de outras línguas europeias para traduzir na língua do comité (neste caso português) (in-tradução).

MODO DE ESCRUTÍNIO

Cada membro do comité dispõe de 6 pontos que pode distribuir da forma que preferir. Em teoria, são atribuídos 3 pontos ao primeiro texto da sua escolha, 2 ao segundo e 1 ao terceiro. Contudo, todas as combinações são possíveis com um mínimo de 1 ponto e um máximo de 3 pontos por texto. Por exemplo, pode ser atribuído 1 ponto a 6 textos diferentes, ou 2 pontos a 3 textos, etc. Cada membro pode mudar de opinião quantas vezes forem necessárias até ao final do processo de seleção.

DATAS

Data limite de envio dos textos ao comité respetivo: 3 de fevereiro de 2017

Reuniões de deliberação: fevereiro de 2017

Data limite das seleções: 15 de março de 2017

Assembleia Geral: Lisboa, setembro de 2017

(relatório de 2013) (relatório de 2014)

 

RESPOSTAS

Devido à falta de meios, os autores das propostas apenas serão contactados pessoalmente no caso de uma resposta positiva. Os resultados são divulgados online nas semanas seguintes à decisão.

Cada autor pode solicitar comentários sobre a leitura do texto. É desejável que estes sejam transmitidos de forma anónima.

Cerca de 300 textos circulam todos os anos no circuito da rede Eurodram.

E DEPOIS?

Infelizmente as seleções não se traduzem numa remuneração monetária.

A seleção de um texto original representa um convite aos tradutores a lançarem-se na sua tradução. A seleção de uma tradução em excerto é um convite ao tradutor à sua continuidade. A seleção de uma tradução integral é um convite aos encenadores e editores a levá-la à cena ou publicá-la.

A rede Eurodram trabalha em parceria com numerosas estruturas, o que lhe permite inscrever-se numa dinâmica de residência de autores, de acompanhamento de tradutores e de procura de parceiros no plano internacional.

Coordenação geral: Cette adresse e-mail est protégée contre les robots spammeurs. Vous devez activer le JavaScript pour la visualiser.